Importe seus favoritos para o Favinbox

Uma nova ferramenta está disponível no Favinbox: Importe seus Favoritos. Com duas etapas, a primeira gerar o arquivo exportado e a segunda, acessar favinbox.com/import e enviar o seu arquivo você tem todos os seus favoritos na sua conta Favinbox.

Não há limite para quantas vezes você pode importar favoritos, então pegue todos os seus favoritos, de todos os navegadores e sistemas e envie agora para a sua conta Favinbox.

Como foi feito

O arquivo exportado pelo navegador ou sistema é um HTML que segue o padrão h3 para nome de pastas, dl/dt/dd para estrutura e a para título e link.

O primeiro passo foi abrir arquivo. Não foi necessário fazer upload, usei FileReader do Javascript para acessar o conteúdo do arquivo direto na página. O detalhe foi na codificação, readAsBinaryString deu problema com a acentuação. Quando ia pesquisar, um amigo no trabalho, Franklin me chamou para mostrar umas coisas e coincidentemente vi no seu código readAsBinaryString comentado e no lugar readAsText. Resolvido.

Com isso, o próximo passo foi percorrer as tags e organizar em objetos, segmentados por área e links. O Favinbox não tem sub-níveis de pastas, então todos os sub-níveis tiveram que ser tornar primeiro nível.

Depois de ter os objetos organizados foi só o trabalho de utilizar a interface pronta, reaproveitando os métodos para gravar as novas informações. Como eles também atualizam a área do usuário não foi necessário mais nada além disso.

O possível problema dessa abordagem está no excesso de requisições que podem ser feitas ao servidor. Cada item, área ou link faz uma nova requisição para ser gravado. Este está sendo o custo pela reutilização completa.

Agora é observar e ver com o servidor se comporta. Talvez seja o caso de agrupar as requisições ou então rever a comunicação cliente-servidor, WebSockets pode ser a solução.

You may also like...

  • Franklin Javier

    FileReader é animal, da pra fazer pirar!
    Ficou mt bom o post.